EcoAção promove curso de técnicas verticais em Brotas
EcoAção promove curso de técnicas verticais em Brotas

EcoAção promove curso de técnicas verticais em Brotas com ênfase nas operações de rapel em cachoeira, como canionismo e cachoeirismo, respeitando sua Política de Segurança, que além de pontos como minimizar os impactos ambientais, visa realizar cursos periódicos para reciclagem constante de sua Equipe.

O curso que começou dia 18 de junho de 2012, nessa segunda-feira, está sendo realizado nas dependências da empresa, na cidade de Brotas SP, termina hoje com a implementação do canionismo na Cachoeira do Bissoli (90 metros de altura) uma das mais altas de nossa região.

Equipe de Condutores de Atividades Verticais

Equipe EcoAção de Condutores de Atividades Verticais

Este curso visa retomar procedimentos operacionais respeitando as normas técnicas, focando em procedimentos que favorecem o bom andamento de atividades de rapel na cachoeira – canionismo e cachoeirismo, e implementando procedimentos de ressegurança.

Um bom exemplo dessa técnica é o rapel que é realizado na Fazenda Recanto das Cachoeiras, na atividade operada pela Equipe EcoAção chamada ArvoMix, circuito de arvorismo com tirolesa seguido de rapel, onde o participante além da corda de descida convencional, tem outra corda independente controlada por um condutor que faz a ressegurança da descida por cima (topo da cachoeira).

A EcoAção presa muito pela segurança dos seus clientes e acredita que com esse treinamento periódico, além de sempre aprimorar e atualizar as técnicas de suas operações, para os condutores mais novos o aprendizado é fundamental e para os experientes esses cursos servem para mostrar que o aprimoramento de suas técnicas é continuo e que todos os procedimentos devem ser seguidos, independente de sua auto confiança dizer o contrário.

O curso está sendo ministrado por Humberto Medaglia, Sócio / Coordenador Técnico da Aimberê, canionista (condutor e praticante de rapel e escalada) renomado responsável por diversos cursos da ABETA (Associação Brasileira de Turismo de Aventura) e do Ministério do Turismo, além de ser um dos criadores das normas técnicas de atividades verticais do Brasil que são reconhecidas pelo InMetro e referência mundial.

Compartilhe